NOTICIAS ATUAIS E FATOS QUE FIZERAM A HISTÓRIA DO SANTOS FC

<><><><> BEM - VINDO A ESTE BLOG <><><><>


Atenção: Este Blog não tem fins lucrativos e é usado apenas como hobby


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Gols e jogadas de G10VANNI - O Messias


Vale a pena ver e ou rever alguns gols que este grande craque marcou. O primeiro vídeo é com lances e gols pelo Santos FC. Já o segundo, é de quando ele jogava pelo Olympiakos da Grécia. 


Não podemos deixar de destacar com tristeza, a injustiça que o Sr. Vanderley Luxemburgo fez com Giovanni em 2006. Simplesmente dispensou o Messias e mais Claudio Pitbull e o Luizão (os dois últimos tudo bem), para ficar com jogadores medíocres oriundos do time do Irati - Pr. 





Zagueiro Alex quer deixar o Chelsea. Seria bom reforço para o Santos?


Alex se tornou uma espécie de coadjuvante de luxo na segunda geração de Meninos da Vila, liderada por Diego e Robinho. Desde 2004 fora do País, o ex-zagueiro santista está de saída do Chelsea, já pediu a liberação do clube inglês e treina afastado do restante do elenco.

Ele diz que prefere o retorno ao Brasil a jogar em centros afastados na Europa, e que priorizará o Santos pelo sonho de atuar ao lado de Ganso e Neymar.

Em entrevista exclusiva ao Terra, o defensor ainda afirmou que abriria mão de dinheiro para retornar após mais de sete anos no exterior.

"Quando pedi a transferência, sei que se voltasse ao Brasil o salário não seria o mesmo, dificilmente chegaria perto", disse. "Eu gostaria de retornar ao Santos para pegar essa nova época. É muito fácil jogar com Ganso e Neymar, seria bom fazer parte desse time, jogar com eles. Enquanto estiverem no Brasil vão ganhar muitos títulos", completou.

A missão santista de repatriar o zagueiro, no entanto, será complicada. Alex diz que seu agente, Giuliano Bertolucci, tem enfrentado dificuldades para negociar a liberação, e antecipa que o Chelsea dificilmente aceitará emprestá-lo ou cedê-lo sem compensação financeira para o centenário santista.
(Fonte: Terra)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Pérolas de Galvão Bueno


Obs. A presente postagem tem caráter meramente informativo. 
Não temos intenção de ofender ou denegrir a imagem e ou a dignidade de nenhuma das pessoas aqui mencionadas. 





1.Bem amigos da Rede Globo. Estamos aqui em BUENOS AIRES, no EQUADOR... (Onde?) 

2.O estádio tem esse nome (Zerão) porque fica situado bem no TRÓPICO DE CÂNCER, que divide o Hemisfério Sul do Hemisfério Norte. Onde será que foi o gol? Na parte sul ou na parte norte? 
(Sim Galvão... então a LINHA DO EQUADOR divide o Equador em leste e oeste, né?)

3.Vai ser o primeiro torneio oficialmente oficializado pela FIFA.
(Ah, bom. Então assim, sim)

4.O POTENCIAL ENERGÉTICO do Palestra Itália está reduzido a sua metade
(Que será que ele quis dizer?)

5.Alô Maceió!!!... Ou qualquer outra cidade, tirando São Paulo.
(Não precisa tentar ser simpático, narra o jogo e pronto. Ou melhor: pára de narrar jogo!)

6.Nessa tarde de Fla-Flu, Flamengo e Fluminense estarão entrando em campo daqui a pouco...
(Ufa! E o cara da portaria ainda tentou me enganar, dizendo que esse Fla-Flu era entre Santos e Cruzeiro)

7.São as duas maiores torcidas do mundo (Flamengo e Corinthians). E digo mais, no Rio, poucos podem se orgulhar de ter uma torcida tão grande quando a do Flamengo
(É...! Acho que a torcida da Tabajara deve ser maior no Rio...)


8.Foi pro chão e caiu! 
(Ir para o chão e depois cair, só se for em um bueiro)

9.Ah! Eles estão grampeando a cabeça dele. Tomara que seja algum tipo de grampo cirúrgico...
(Depende, se for o Valdir Papel, pode ser grampo normal mesmo)

10.O time catarinense tem que vencer, pra lutar pela sul-americana, ja que o jogo é la em FIGUEIRENSE
(O time que ele se refere deve ser o Florianópolis)

11.É meu amigo, Brasil e Argentina é sempre Brasil e Argentina
(Mentira! Semana passada eu vi um Brasil e Argentina contra o Japão)

12.Brasil tá meio mal no jogo, mas eles estão jogando pra fazer gol!
(Ainda bem! Pensei que eles estivessem querendo fazer "cesta")

13.Os Chineses agora estão todos torcendo contra o Brasil
(Não acho. Só pq a seleção deles está jogando contra a nossa. Isso é preconceito)

14.Agora o Brasil tem que correr atrás do PREJUÍZO
(No prejuízo já tá, tem que correr atrás do lucro, ô boçal!)

15.Há 40 anos o Santos não faz gols no Corinthians em finais de Campeonatos Paulistas, jogando no Pacaembu, com o Corinthians saindo ganhando.
(Se analisar direitinho, deve fazer 40 anos que essa combinação não acontece)

16.Se o Brasil acertar todos os ataques e ficar bem na defesa, ele ganha.
(Por que ele não virou técnico ainda?)

17.Agora tem que colocar o coração na ponta da chuteira!
(Se depois de um chute der um ataque cardíaco, eu não me responsabilizo)

18.Sinceramente, temo pelo final desse jogo (Então desce lá e rouba o apito do juiz)

19.O juiz vai dar 3 minutos a mais de jogo, vamos aos 49...
(Esse fugiu da escola)

                       
20.Nós estamos muito preocupados, mas é preciso ficar bem claro 
para o espectador da Rede Globo que se a bola não entrar, não é gol. 
(Será que existe no mundo um único pé de alface que já não saiba disso?)

21.O jogo só acaba quando termina
(Sim, Galvão... Esse mesmo jogo que começou no início!)

22.Depois da derrota, o pior resultado é o empate.
(E depois do empate, o pior é a vitória, certo?)

23.Mas esses dois times são muito fortes. São Paulo e Tigres é um clássico.
(É, eu lembro que na última vez que eles se enfrentaram... Ih! eles nunca se enfrentaram antes)

24.O gol saiu na hora certa!
(Sim, Galvão... Foi DURANTE o jogo)

25.O Dida gosta de pegar pênalti.
(Gosta nada... Olha a cara dele, nem comemora...)

26.Não dá para fazer 2 gols ao mesmo tempo
(Gênio!)

27.O Santos perdeu DAQUI A POUCO na Arena da Baixada!
(Vidente!)

28.Adriano e Sorin vão na mesma bola!
(Os outros 20 jogadores devem estar com uma bola cada um)

29.O Adriano tá com uma disposição, correndo o campo todo, parece um LEÃO ENJAULADO.
(Hã?)

30.Chutou com a perna que não era a dele.
(Devolve agora...)

31.O juiz mora aqui do lado, no Uruguai. Se ele apitar mal, vai todo mundo ligar pra casa dele.
(Isso, passa o número agora)

32.Quando eu falar Rodrigo, interpretem Roger
(É código?)

33.Esse Gonzales tem idade pra ser pai do Robinho. Tá com 32 anos e o Robinho tem (a partir daqui ele começa a falar mais devagar, meio pensando na besteira que está dizendo) vinte e um...

34.É duro pro goleiro jogar com o campo molhado, porque a bola quando bate na água ganha velocidade!
(Sim, Galvão... Se você chutar uma bola na praia de copacabana, ela vai parar na áfrica)

35.O Brasil correu o risco de sofrer NOVAMENTE o segundo gol.
(Aí não tem problema... o problema é se fosse o terceiro)

36.GOOOOOL! Éééééééé do SÃO CAETANOOOOOO!
(Final da Copa do Brasil 2004, no Maracanã, primeiro gol do SANTO ANDRÉ sobre o Flamengo)

37.Olha lá o Péricles Chamusca orientando o time.
(O Chamusca tava suspenso e era o auxiliar que estava no banco)

38.O juiz marca falta dentro da área... será que foi pênalti, Arnaldo?
(Não, foi tiro livre direto, sem barreira, daquela marquinha redonda, na grande área)

39.E André Heller Afasta o perigo
(O nome do zagueiro do Flamengo é Fabiano Eller, e o André Heller joga Vôlei.)

40.- Graaande zagueiro esse Ayala!
- Ele só tem 1,77m, Galvão...

41.- Qual o STATUS do jogo, Falcão?
- É, Galvão, o Brasil precisa tomar muito cuidado porque o Peru tá crescendo e começando a entrar pelas costas da defesa.
(Santa boiol


VÔLEI 

42.A Seleção de Cuba gosta de jogar na frente no placar
(Por que será?)

43.E Gustavo sobe sozinho para o bloqueio individual!
(Onde estavam os outros pra ajudá-lo no bloqueio individual?)

44.Uma bela paralela cruzada
(O QUÊ???)

45.E os jogadores estão entrando em CAMPO.
(Mostra o campo então, não a QUADRA)

FÓRMULA 1

46.Na Hungria, quando tem nuvem assim no céu, é sinal que vai chover
(No resto do planeta também!)

47.Luz vermelha, lá vem a verde!
(Que verde? Na Fórmula 1, para largar, as luzes vermelhas se apagam, e eles partem!)

48.Rapaz, o Montoya passou a menos de 0,5 cm do carro do Shumacher... se é que existe menos de 0,5 cm.
(Dêem uma régua para ele)

49.Amigo, aqui não está só chovendo, está caindo água!
(UAU! Que coisa impressionante!)
E FINALMENTE A MELHOR DE TODAS!

THE BEST OF THE BEST!

50.E depois do jogo, assistam a mais um capítulo inédito de VALE A PENA VER DE NOVO.




Luis Alvaro desmente novo boato sobre Neymar



Bem ao seu estilo, o presidente Luis Alvaro desmentiu a nova especulação envolvendo Neymar e o algoz santista no Mundial de Clubes: o Barcelona. Para o dirigente santista, a matéria do jornal espanhol "Sport", que publicou uma nota com detalhes de um suposto contrato entre o santista e o Barça, não passa de mais uma obra de ficção.



"Os catalães são muito criativos. Não é para menos. De lá vieram grandes artistas, como Gaudí, Miró, Salvador Dalí. O problema é que entre a imaginação e a realidade há um oceano", afirmou o dirigente, em entrevista à rádio “Bandeirantes”.

Neymar se apresentaria depois do término de seu contrato com o Santos, no segundo semestre de 2014. Além disso, o jornal afirma que os dois clubes estabeleceram um pacto de sigilo. Luis Alvaro não perdeu a oportunidade e se posicionou.

"O assunto, então, é tão sigiloso que eu desconheço completamente. Só se alguém falsificou a minha assinatura. É algo que não faz o menor sentido. É que o Neymar passou a ser a bola da vez e eles precisam preencher espaço e gastar tinta", concluiu o dirigente santista.

O contrato de Neymar como Santos foi reformulado recentemente e tem validade até o fim da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Todos os dirigentes santistas negam ter acordo prévio com o time Catalão e avisam que a ideia é estender o contrato do craque por mais temporadas.
(Fonte redação: Jornal A Tribuna - Santos)

Imprensa turca coloca Borges na mira do Fenerbahçe



Artilheiro do Campeonato Brasileiro com 23 gols, Borges pode estar de saída do Santos. Sites turcos colocam o atacante como próximo reforço do Fenerbahçe para a temporada 2012. Segundo a imprensa local, a negociação com o camisa 9 santista já está adiantada.

Segundo as publicações, o gerente do Fenerbahçe, Hasan Cetinkaya, está no Brasil para fechar a transferência, que estaria avaliada em cerca de R$ 9,7 milhões.

Com 31 anos e com contrato com o Santos até o final de 2012, Borges é dono de 50% dos seus direitos econômicos. A outra metade pertence ao Peixe. O Fenerbahçe já conta com os brasileiros Alex e Cristian no elenco.
(Fonte: Jornal A Tribuna - Santos)

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Hoje, "Chacrinha" (o de Santos) comemora seu aniversário...

Chacrinha em frente à Padaria "A Santista"


A Padaria mais famosa do mundo "A Santista" homenageia com uma faixa, o guerreiro Chacrinha, torcedor símbolo do Santos FC  pela passagem de seu aniversário. Parabéns a ele, de toda a nação santista
(Colaboração especial de José Roberto Nascimento - Santos / SP)

A HISTÓRIA DE LIONEL MESSI - Uma lição de vida...




Para os adeptos do Barça, a oitava maravilha é Messi. Eis uma história, uma lição de vida, que encanta Camp Nou.
É uma desforra bem pessoal, a história do menino autista aos 8 anos, anão aos 13, que via o mundo a 1,10 metros do solo.


É esse mesmo, Lionel Messi, que botou corpo à base de tratamentos hormonais e que, 59 centímetros depois, encanta o mundo do futebol, naquele jeito singularíssimo de conduzir a bola colada ao genial pé esquerdo, como se o couro redondo fosse um mano siamês, uma mera extensão corporal, um órgão vital, inseparável.

Barcelona rende-se ao talento de "La Pulga" e os adversários caem aos pés de um talento puro e raro. E por muito talento que tivesse para jogar à bola, estaria o rapaz consciente do destino glorioso que lhe estava reservado?

O miúdo de 16 anos que vestiu pela primeira vez a camisa da equipe principal do Barcelona num jogo com o F. C. Porto, a 16 de Novembro de 2003, na inauguração do Estádio do Dragão, o Lionel Messi que agora caminha sobre a água, é ainda o mesmo menino que sobrevoou o Atlântico, em 2000, para se curar de uma patologia hormonal.

Lá na Argentina, na Rosário natal, os prognósticos médicos eram arrasadores: sem tratamento eficaz contra o nanismo, Lionel chegaria à idade adulta com 1,50 metros, no máximo.
Os diagnósticos alarmaram os Messi.
E o custo dos curativos também: mil euros mensais, ou seja, quatro meses de rendimentos da família de La Heras, um bairro pobre de Rosário.

Mas o pai de Lionel não se resignou. Sabia que o filho, pequeno no corpo, era gigante no talento. E não aceitou a fatalidade. Nessa altura, o prodígio de dez anos despontava no Newells Boys, fintando meninos com o dobro do tamanho e marcando gols atrás de gols.


O pai sugeriu ao clube que pagasse os tratamentos de Lionel. A resposta foi negativa. E o mesmo sucedeu quando os Messi foram bater à porta do grande River Plate. Na adversidade, a família Messi teve mais força, com a ajuda de uma tia de Lionel, emigrada na Catalunha.

E foi assim, em 2000, ainda antes de completar 13 anos, que Lionel e os pais viajaram até Lérida. Dias depois, o pequeno prodígio foi fazer testes no Barcelona...
E com a bola quase a dar-lhe pelos joelhos, aquela habilidade enorme logo maravilhou os treinadores do Barça.

Carles Rexach, director do centro de formação do Barcelona, ficou maravilhado com o prodigiozinho argentino. Ao cabo de dois treinos, não hesitou e logo tratou de arranjar contrato.
E ficou espantado com a proposta do pai do craque: o Barça só tinha de lhe pagar os tratamentos que os médicos argentinos sugeriam. Foi dito e feito.

Durante 42 meses, Lionel levou, todos os dias, injecções de somatropina, hormônio de crescimento inscrito na tabela de produtos proibidos pela Agência Mundial Antidopagem, e só autorizada para fins terapêuticos.

Em 2003, o milagroso hormônio fizera de Lionel o que ele é hoje, um rapagão de... 1,69 metros! No Verão de 2004, acabadinho de fazer 17 anos, e já com contrato profissional, entrou para a equipe B do Barça. Mas fez só cinco jogos, porque aquele enorme talento não cabia no "Miniestadi". Reclamava palcos maiores.


E rapidamente começou a jogar no Camp Nou, na equipe principal. Em 16 de Outubro de 2004, o prodígio fez a grande estreia na liga espanhola, num dérbi com o Espanhol.
Em 1º de Maio de 2005 entrou para a história do Barça: marcou um gol no Albacete e tornou-se no mais jovem jogador a marcar um gol pelo Barcelona.

Aos 17 anos, dez meses e sete dias, começou a lenda.Cinco anos depois, Messi teve a consagração absoluta. Foi eleito Melhor Jogador do Mundo de 2009, após uma época de sonho, concluída com um feito inédito do Barça "de las seis copas": campeão de Espanha, da Taça do Rei, da Supertaça Espanhola, da Supertaça Europeia, da Liga dos Campeões, do Mundial de Clubes. Ufff!

O craque que o Barça contratou pelo custo da terapia de crescimento é, hoje, a maior jóia do futebol mundial, segurada por uma cláusula de rescisão de... 250 milhões de euros!
E é, também, o mais bem pago de todos: o menino pobre do bairro de la Heras é, agora, multimilionário, recebendo qualquer coisa como 33 milhões de euros anuais em salários e publicidade.

Lionel Andrés Messi >> 24 anos (24/06/1987)
Nacionalidade: Argentina (os argentinos têm vergonha de não terem tratado do rapaz).
Títulos: campeão Espanha (2005, 2006, 2009, 2010 e 2011), taça do rei (2009); Supertaça Espanha (2005, 2006, 2009 e 2010); liga dos campeões (2006, 2009); supertaça europeia (2009); mundial de clubes (2009 e 2011)
"GRANDE LIÇÃO DO PAI QUE NÃO DESISTIU DO SONHO:
CURAR O FILHO."

Não se focalizou no problema, mas sim na solução.











Ficha Técnica - Léo




Nome             Leonardo Lourenço Bastos

Posição           Lateral-esquerdo

Nascimento     06/julho/1975

Naturalidade    Campos dos Goytacazes-RJ - Brasil

Altura              1,69 m

Peso                66 Kg

Contrato          31/12/2012

Clubes             Americano-RJ (96), União São João-SP (97-00), Santos (00-05 e desde 09), Benfica-POR (05-08)Títulos:Brasileiro (02 e 04), Copa das Confederações (05), Paulista (10 e 11), Copa do Brasil (10) e Libertadores (11)

Jogos pelo Santos   399

Gols pelo Santos     23

Títulos:      Campeonato Brasileiro de 2002 e de 2004 (Santos FC), Torneio de Dubai de 2007 (Benfica), Torneio de Guadiana de 2007 (Benfica), Torneio Cidade de Guimarães de 2008 (Benfica), Copa das Confederações de 2005 (Seleção Brasileira); Campeonato Paulista 2010 e 2011 (Santos FC); Copa do Brasil 2010 (Santos FC); Copa Libertadores de America 2011 (Santos FC).








segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Relembre todos os Campões Mundiais de Clubes‏







Acesse o link abaixo e confira todos os Campeões Mundiais de Clubes, desde 1960



http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/mundial-de-clubes/

Kléber retornando ao Santos?



O Santos negocia a contratação do lateral-esquerdo Kléber, que está no Internecional. O iG apurou que o clube já acertou os salários com o jogador, mas ainda faltam dois fatores para fechar negócio, um deles bastante complicado.

O primeiro é apenas definir o valor das luvas com o atleta. Já o segundo pode travar o negócio, já que os dirigentes santistas terão que convencer a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, a facilitar o retorno do jogador, bicampeão paulista pelo time da Vila Belmiro em 2006 e 2007.

O Santos está disposto a pagar R$ 275 mil de salários ao lateral, mas terá que desembolsar mais dinheiro se quiser fechar a transação. Isso porque, a DIS possui 100% dos direitos econômicos do jogador e não aceita liberá-lo sem custos devido aos ataques de Laor.

Além de estar em rota de colisão com o clube, os investidores desembolsaram R$ 5 milhões ao ex-presidente santista, Marcelo Teixeira, para tirar Kléber do Santos e colocá-lo no Inter em 2008.

Em contato com o iG, o pai e empresário do atleta, Jordão Corrêa, confirmou o interesse do Santos. “Recebi uma ligação, mas por enquanto não podemos anunciar nada oficial. Vamos esperar os próximos dias”, disse Jordão.

O Santos procura um lateral desde a saída de Alex Sandro ao Porto, de Portugal. No entanto, o interesse por um atleta da posição aumentou após a disputa do Mundial de Clubes da Fifa. No primeiro jogo contra o Kashiwa Reysol, do Japão, o técnico Muricy Ramalho não gostou de Durval improvisado no setor. Já na trágica goleada sofrida na final para o Barcelona, da Espanha, o treinador reprovou a atuação do veterano Léo na ala-esquerda.

(Fonte: esporte.ig)

sábado, 24 de dezembro de 2011

Morre Vicente, ex-Grêmio e Coritiba, parceiro de Pelé no Santos

Jogadores da foto, em pé: Cejas, Carlos Alberto. Clodoaldo,
 Turcão, VICENTE e Zé Carlos. Agachados: Jair da Costa,
 Léo, Eusébio, Pelé e Edú


O futebol brasileiro perde Vicente, ex-zagueiro de Grêmio, Coritiba e Santos, vítima de câncer. Ele morreu na madrugada deste sábado e será velado à tarde no cemitério São Miguel e Almas, em Porto Alegre. O enterro acontece às 18 hrs. Vicente tinha 62 anos.


Natural de Bagé, no interior gaúcho, foi lá que Vicente iniciou a carreira, defendendo o Guarany. Em 1971, ele foi para o Santos, onde atuou ao lado de Pelé. Foi campeão paulista em 1973 e rumou para o Coritiba em 1976, ano em que ganhou o Campeonato Paranaense. Depois, retornou ao Rio Grande do Sul para defender o Grêmio de 1977 a 1982. Foi tricampeão gaúcho.

Vicente encerrou a carreira em 1983, no São José-Poa, depois de também defender o Caxias. Ainda foi treinador, em três oportunidades diferentes, no Bagé. Em 1993, comandou o retorno da equipe à primeira divisão gaúcha.
(Fonte: Globo Esporte)

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Boas Festas...

                                    
                                      A todos, um  FELIZ NATAL e ótimo ANO NOVO 


Quero agradecer a todos os leitores, que nestes três meses de existência deste blog, nos prestigiaram com sua importante presença, sem a qual, não teria sentido a continuidade do mesmo. Espero contar com todos para a nova temporada de 2012. Abraços, Célio

Tirinhas de Humor... Fuga em massa


O bêbado entra no bar ao lado do campo de várzea e já vai pedindo:

- Zé, me da logo duas branquinhas.

O Zé coloca as duas no balcão.

Depois de mais umas três, ele vai ao banheiro.

Nesse tempo chega um grupo de anões pedindo para se trocar no bar para fazer o jogo anual deles. O Zé diz:

-O banheiro ta ocupado. se troquem atrás do balcão.

De repente o bebum sai do banheiro e vê um monte de anões correndo. metade vestido de azul e metade de vermelho. No desespero ele grita :

- Zé. fecha a porta do bar rápido que seu pebolim ta fugindo!






Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo toca a marchinha "Leão do Mar"





Homenagem da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo
ao Santos Futebol Clube. Dia 18 de Dezembro, na praia do 
Gonzaga, canal 3, na cidade de Santos / SP

Jonas fará exames e assinará com o Peixe na próxima semana




Jogador, Santos e Coritiba acertaram valores de um contrato com duração de quatro temporadas


O acerto entre Santos e Jonas está com data para acontecer. Apalavrado com o Alvinegro, lateral-direito viaja para a Baixada na próxima quinta-feira para realizar exames médicos e assinar o contrato.

Nesta quarta-feira houve uma reunião em Curitiba entre pessoas ligadas ao jogador, diretores do Santos e dirigentes do Coritiba, clube ao qual o atleta tem seus direitos federativos ligados, para acertar os últimos detalhes.

O jogador ficará no Peixe por quatro temporada e chega para ocupar o lugar deixado por Danilo, que se transferiu no meio do ano para o Porto (POR), mas só deixou, de fato, o clube após a derrota para o Barcelona na final do Mundial
(Fonte: Lancenet. com)

 Obs. Vale-se ressaltar que este jogador foi dispensado do Internacional de Porto Alegre. Caso a negociação se concretize, ficamos na torcida para que o Jonas venha para resolver de vez o problema crônico do Santos que é a lateral direita. E que não seja apenas mais um que não deu certo...

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ídolos do Santos FC (5) - Serginho Chulapa

Serginho tenta passar por Vladimir 

Sérgio Bernardino, o Serginho Chulapa, nasceu em 23 de dezembro de 1953.
Aos 12 anos, Serginho começou a jogar em times de várzea da zona norte de São Paulo, como o Cruz da Esperança e o Vasco da Gama. Depois de ser dispensado dos juvenis da Portuguesa, em 1968 e chegar a trabalhar como entregador de leite.

Serginho participou, em 1970, de uma peneira na Casa Verde. Sua atuação encantou o técnico dos juvenis do São Paulo que o chamou para jogar em seu time.


No São Paulo


Sua estréia no elenco profissional do São Paulo foi promovida pelo técnico Telê Santana, em um amistoso contra o Bahia, em 06 de julho de 1973. 
Quatro dias depois, marcou seu primeiro gol como profissional, no empate em 1x1 contra o Corinthians. Naquele mesmo ano, foi emprestado ao Marília, voltando ao São Paulo em 1974.

Pelo São Paulo, jogou, entre 1973 e 1982, um total de 401 partidas (210 vitórias, 113 empates e 78 derrotas) e marcou 243 gols, tornando-se até hoje o maior artilheiro da história do clube.

Era nome certo para a Copa de 1978, porém acabou perdendo a chance de jogar quando teve que cumprir um ano de suspensão por agredir um bandeirinha. Em 1982  foi convocado para a reserva e acabou se tornando titular na Copa quando Careca se machucou antes da estréia.
Serginho e Pita ao fundo



No Santos

No Santos, Serginho chegou já experiente, com 29 anos. O atleta se identificou com o clube ao longo de três passagens (1983 / 1984 - 1986 - 1988 / 1990) Mas a primeira foi a que o consagrou. Polêmico e temperamental, viveu uma grande relação de amor com a torcida santista. Parecia ter jogado a vida inteira no clube. Canhoto, alto e forte, Serginho era muito difícil de ser marcado.

A partir de 1983, conquistou a artilharia do Campeonato Brasileiro e a artilharia e o gol do título no Campeonato Paulista de 1984 contra o seu maior rival, o Corinthians. Serginho jogou 165 partidas e marcou 104 gols com a camisa do Santos. Junto do ponta-esquerda João Paulo, é um dos dois maiores goleadores da equipe após a Era Pelé.

Confusões 

Além dos muitos gols, as confusões se tornaram a marca registrada do jogador, como a briga com Mauro num jogo entre Santos e Corinthians, a agressão ao goleiro Emerson Leão, após uma expulsão, e aos repórteres que estavam no campo depois do término do jogo final com o Flamengo em 1983, no primeiro vice-campeonato brasileiro do Santos.

Mas também contava que não gostava de viajar, e quando o jogo era relativamente longe de São Paulo, dava sempre um jeito de ser expulso no jogo anterior com o objetivo de receber a suspensão automática de um jogo. Na Copa de 1982 chamou a atenção pelo seu bom comportamento e diziam, havia jogado mal por ter sido "domesticado" em excesso pelo técnico Telê Santana. 



Esta foto eu tirei com o Chulapa em 2005, quando o estádio da
Vila ainda não estava pastilhado. Ele foi muito camarada, desceu
 do táxi para me atender. Eu não cabia em mim de tanta felicidade
Obrigado Serginho... 
Carreira como treinador e auxiliar

No Peixe, já foi auxiliar técnico e técnico interino no clube, com bons resultados. Todavia, nervoso por uma derrota agrediu um repórter no vestiário, o que praticamente acabou com suas chances de dirigir outros clubes de ponta. Ficou afastado do clube no período em que Emerson Leão foi o treinador (2002 - 2004), mas retornou após a sua saída, deixando novamente o clube quando o técnico voltou em 2008.










Santos propõe salário cinco vezes maior para Paulo Henrique Ganso




Com o objetivo de garantir Paulo Henrique Ganso no ano do centenário, o Santos prometeu aumentar em cinco vezes o salário do meia. O acordo verbal já foi feito, mas o camisa 10 espera ver o alvinegro demonstrar interesse em sua permanência também com a compra dos 10% dos direitos econômicos que ainda lhe pertencem.

Ganso recebe cerca de R$ 130 mil e ouviu do Santos uma proposta de R$ 650 mil mensais a partir de janeiro. O valor agradou o jogador e deixou o Santos confiante em firmar um novo contrato. Só que a negociação dos 10% dos direitos econômicos com a DIS causou estranheza no clube. Agora, parte da diretoria acredita que cobrir a oferta de R$ 5 milhões dos investidores é obrigação.

Ganso ficou de dar uma resposta até janeiro. O jogador deixou de ganhar cerca de R$ 3,5 milhões desde que recusou a oferta santista de cerca de R$ 500 mil em fevereiro deste ano, em troca da cessão de parte dos direitos de imagem. Para o meia, vender 10% dos direitos econômicos ao Santos seria uma maneira de minimizar a sensação de prejuízo e seguir atuando no Brasil.

Caso não cubra a proposta, o DIS vai se tornar majoritário nos direitos de Paulo Henrique Ganso, com 55%, e deixar o Santos com os 45% restantes.
(Fonte: Globo Esporte)

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Barça derruba médias e transforma Santos em 'freguês tcheco'



O Santos que disputou o Brasileirão esteve longe de apresentar um desempenho que fizesse jus à capacidade técnica do time. Afinal, Neymar e companhia já estavam mesmo é de olho na disputa do Mundial de Clubes e disputaram a competição nacional apenas para administrar uma posição satisfatória na classificação.

Pois o Santos que esteve em campo contra o Barcelona, no último domingo, conseguiu exibir um desempenho ainda mais modesto, para dizer o mínimo. A média da equipe nos principais quesitos ofensivos despencou contra o supertime espanhol quando comparada à do Brasileirão.

Por exemplo, se a média de finalizações do Santos na competição nacional foi de 12,2 por partida, na decisão do Mundial o time da Vila chutou apenas oito vezes a gol. No Brasileiro, embalados por Neymar, os santistas dribaram em média 14,8 vezes por partida. Contra o Barça, foram apenas cinco dribles.

Os únicos quesitos que apresentaram números melhores foram preocupantes. Em Yokohama, os santistas tentaram 51 lançamentos, sufocados que estavam pela marcação sufocante do Barcelona (foram 36 lançamentos errados e apenas 15 certos). No Brasileirão, a média santista foi de 41,6 por jogo. Foram ainda 25 desarmes contra os espanhóis, que a todo tempo tinham a bola aos seus pés. No Brasileiro, o time de Muricy desarmou 19,2 vezes em média por partida.

O 'sumiço' do Santos

A média do Santos no Brasileirão 2011 e os números do time contra o Barcelona

 
 Viktoria Plzen?

Contra o Santos, domingo, o Barcelona teve 73% de posse de bola, contra apenas 27% do Santos. Foram 17 finalizações contra o gol de Rafael (11 no alvo e seis para fora).

Trata-se de superioridade que faz lembrar à demonstrada contra o Viktoria Plzen, da República Tcheca, pela Liga dos Campeões. Pela fase de grupos da competição, o Barça goleou os tchecos tambem por 4 a 0 exibindo números parecidos: 71% de posse de bola contra 29% do Viktoria e 19 chutes a gol.

Contra o Santos e contra os tchecos, foram apenas dois escanteios cedidos por Messi e colegas. Por falar no argentino, contra o Santos foram quatro chutes disparados por ele, todos no alvo, com dois gols.
Contra o Plzen, o melhor jogador do mundo balançou as redes três vezes.
(Fonte: esporte.ig)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Histórias do Santos FC (13) - 1958

Não deixem de ver as postagens anteriores desta série!



Santos FC 1958 -  Máquina de fazer gols


Em pé: Lula (técnico), Feijó, Dalmo, Zito, Fioti, Urubatão, Manga,Laércio, Hélvio e Getúlio. Agachados: Dorval, Hélio, Álvaro, Afonso, Pagão, Guerra, Pelé, Pepe e Macedo (Massagista).


A campanha no Campeonato Paulista de 1958, quando o Santos voltou a faturar o título, foi simplesmente extraordinária. Não faltaram goleadas históricas, principalmente sobre o Nacional (10 x 0), Guarani (8 x 1 no turno e 7 x 1 no returno) e no grande rival Corinthians Paulista (6 x 1). Foram 143 gols marcados em 38 jogos. Pelé foi o artilheiro com a incrível marca de 58 gols. Nos três anos seguintes, o time continuou fazendo mais de 100 gols no Paulistão.

A 1ª divisão do Paulistão de 1958 foi disputada por 20 times, que jogaram entre si em turno e returno, sendo campeã a equipe que somasse mais pontos ao fim do torneio. O campeão, garantia também a vaga na Taça Brasil. O último colocado seria rebaixado à 2ª divisão do ano seguinte, sendo substituído pelo campeão da mesma.

O certame iniciou-se no final de maio, mas os times grandes somente tiveram seus primeiros jogos em julho, pois estes haviam cedido jogadores para a Seleção Brasileira que disputou e venceu o Mundial em junho.

Como era de se esperar, um time com a excepcional campanha descrita nas primeiras linhas do post não viria a ser campeão na última rodada do torneio. Porém, o São Paulo F.C., campeão paulista de 1957, apresentou um ótimo desempenho, o que fez com que se conhecesse o campeão somente na penúltima rodada, quando o Santos goleou o Guarani por 7x1, em Campinas.

Já nesta época, o Santos FC realizava verdadeiras maratonas de jogos amistosos e torneios (incluindo o Rio-São Paulo), realizados no Brasil e no exterior.

Abaixo, você pode verificar um resumo do que o Santos FC realizou em 1958.

Dados de jogos do Santos FC na temporada 1958

JOGOS - 81
VITÓRIAS - 52
EMPATES - 13

DERROTAS - 16
GOLS PRÓ - 252 (MÉDIA 3,11 GOLS/JOGO)
GOLS CONTRA - 119 (MÉDIA 1,46 GOL/JOGO)
SALDO - 133

Uma das formações em 1958. Em pé: Ramiro, Airton Pavilhão, Veludo, Scotto, Dalmo e Zito.
Agachados: Dorval, Jair da Rosa Pinto, Pelé, Pagão, Pepe e o Massagista Macedo. 

(Não deixem de ver as próximas postagens desta série)



Mais desabafo de santistas, leitores do blog, a respeito da derrota para o Barcelona. Este vem de: Carlos Tebecherani Haddad - Santos SP





Relativamente ao assunto, e à foto do "desaparecimento", escrevi o seguinte:

Erraram as fotos. Quem desapareceu, mas foi há bem mais tempo, foi Paulo Henrique Ganso, Elano e Henrique.

E quem apareceu, negativamente, foram os brucutus Edu Dracena e Bruno Rodrigo, dando chutões de "beque" de fazenda, a esmo, e não fizeram marcação alguma. Joga pro mato, que é campeonato.

Não digo isso agora, depois da derrota. Venho dizendo (mas não entendo muito da coisa, sou torcedor quase leigo, e sempre me contestam, talvez com razão) há bastante tempo, desde a época da disputa da Libertadores.

E quem "amarelou" foi Danilo, que não tinha nenhum compromisso mais com o Peixe e saiu de campo desavergonhadamente, por puro desinteresse. E quem morreu de medo e sentiu o peso da camisa foi Durval, coitado !

É certo que o Barcelona é um time excelente, mas os desaparecidos, os brucutus e os covardes, totalmente descompromissado scom quem lhes paga os ENOOOOOORMES, ASTRONÔÔÔÔMICOS, salários, tiveram imensa culpa no vexame japonês.

O Santos jogou com 5 apenas, contra 11 espanhóis muito aplicados. Rafael, Leo (que sentiu o peso da idade), Arouca, Neymar e Borges. Sem defesa e sem meio campo marcador e armador, deu no que vimos.
                         
Carlos Tebecherani Haddad - Santos SP

Confira os 10 erros cruciais do Santos no Japão




Treinos leves, nenhum coletivo, mudança de esquema, turismo dos atletas e até passeio ao Cirque du Soleil

Apesar da eficiência do Barcelona, que resultou na goleada por 4 x 0 na final do Mundial de Clubes da Fifa, em Yokohama, no Japão, o Santos apresentou erros cruciais no planejamento do time em território japonês.

Entre eles, foi visível a ausência de coletivos nos treinos, excesso de turismo dos atletas nas cidades japonesas, provocações de Muricy Ramalho a Guardiola, e até um passeio ao Cirque du Soleil no mesmo dia da estreia do Barcelona na competição, diante do Al-Sadd.

Confira os dez erros do Santos no Japão:

1 - Treinos só para japonês ver
Os sete treinos do Santos em território japonês foram leves. O técnico Muricy Ramalho não promoveu nenhum coletivo para entrosar a equipe que entrou em campo contra o Kashiwa Reysol e Barcelona. O Santos sofreu pressão até dos japoneses na semifinal. Apesar da vitória por 3 a 1, o time de Jorge Wagner chutou bola na trave e perdeu gol sem goleiro.

2 - Esquema tático inédito na final
Em 2011, o Santos não iniciou nenhuma partida atuando com três zagueiros e sempre priorizou uma linha de quatro atletas atrás – Danilo, Edu Dracena, Durval, Bruno Rodrigo ou Léo. No entanto, Muricy mudou o esquema em plena decisão contra o entrosado Barcelona. Para piorar, a equipe estreou o esquema 3-5-2 apenas na conversa, já que não treinou a formação.

3 - Turismo no Japão
A maioria dos atletas do Santos exagerou em relação aos passeios pelas cidades japonesas. O elenco era liberado pela diretoria e comissão técnica para fazer compras nas cidades de Nagoya e Yokohama. Edu Dracena, Durval e Ganso foram os atletas mais concentrados no Japão. O restante era fácil encontrar pelas ruas.

4 - Cirque du Soleil
Em plena preparação para a competição mais importante do clube na temporada, Neymar e companhia foram ao Cirque du Soleil. Os atletas ignoraram a estreia do Barcelona contra o Al-Sadd, do Catar. Apenas Muricy Ramalho, Dracena e Ganso foram ao jogo e não quiseram ir ao espetáculo dos artistas.

5 – Elano insatisfeito
O experiente meia não gostou de ser substituído no início do segundo da partida contra o Kashiwa Reysol. Se não bastasse, o atleta foi vetado para a decisão e deixou o time para a entrada de Léo. “Sou muito cobrado, pois não mudo o meu jeito de jogar. Não existe o respeito pela minha pessoa, o Muricy pediu para eu fazer uma função dentro do campo, uma opção dele, eu respeito, mas estou fazendo o meu trabalho. Eu fiz quatro, cinco passagens, mas a bola não chegou”, disse o jogador após a estreia.

6 - Paqueras a Neymar
O camisa 11 do Santos foi a principal atração nos treinamentos no Japão. Além das embaixadinhas para o público ver durante os treinos, o atleta também retribuía com olhares o carinho das tietes. Todos os treinos foram abertos ao público, e os gritos com declaração de amor ao jogador aconteciam durante toda a atividade. As “Neymarzetes” incomodavam com o barulho, mas Muricy manteve os treinos abertos à torcida, e não evitou a bagunça.

7 - Ausência de ‘ousadia e alegria’
O duelo Messi x Neymar, que fez a partida ser chamada de “jogo do século”, não aconteceu porque o brasileiro esteve nervoso em campo, assustado com a pressão por ser “o cara”, aos 19 anos, em uma final de mundial contra os melhores do mundo. Já Messi estava calmo, sereno, dando as arrancadas fantásticas e passes precisos. Neymar quase não tocou na bola no primeiro tempo, finalizou mal na segunda etapa, e não driblou os marcadores.

8 - Diretoria não resolveu a renovação de Ganso antes do Mundial
A relação com o meia Paulo Henrique Ganso poderia ser resolvida antes do Mundial de Clubes. O atleta, que tem um dos menores salários do time, sonha em ser valorização no clube, mas os dirigentes não conseguem apresentar um plano de carreira ao atleta. Ganso deixou o Brasil fazendo juras de amor ao Santos e dizendo que pretende ficar no ano do centenário. Mesmo assim, a diretoria deixou a rival DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, valorizar o jogador antes da competição, com a compra de 10% dos direitos econômicos do atleta. O resultado foi o desabafo em público do jogador contra os dirigentes no Japão.

9 - Muricy provocando Guardiola
Talvez um dos grandes erros de Muricy Ramalho na carreira. O treinador mexeu com o brio do técnico Guardiola em território japonês. “Só vou dizer que vão ganhar um 10 quando forem trabalhar no Brasil. Quando forem trabalhar no Brasil e ganharem no Brasil, realmente vão ser os melhores do mundo”, disse o treinador em relação a Guardiola. O técnico espanhol foi elegante ao responder a tese de Muricy. “Sou jovem ainda, tenho muito para conquistar na carreira”. A provocação parece ter mexido com o treinador do Barça, que estava muito empolgado na partida. Ele comemorou os gols de sua equipe com pulos e gritos, demonstrando a vontade de vencer o jogo.

10 - Confiança exagerada do Santos
O item 10 é o resumo de todos os outros. A equipe santista exagerou na confiança. Neymar chegou a dizer na chegada a Yokohama que o “bicho ia pegar” no dia da decisão. Além disso, o atacante prometeu dar trabalho a Puyol e Daniel Alves, fato que não aconteceu na partida. 
(Fonte: esporte.ig)

Obs. Não concordo em absoluto com o item 8, referente a não renovação do contrato e a não compra dos 10% do passe que restavam ao Ganso. O Santos FC errou sim, mas foi em manter o P. H. Ganso no Mundial. Deveria ter sido cortado da delegação quando ele confirmou a venda de seus direitos à Dis, poucos dias antes da estréia do Peixe no torneio da Fifa. Inclusive, acho que o Santos não deve aumentar o seu salário enquanto ele não provar em campo, que é merecedor de algum reajuste. Com a bolinha que está jogando, não conseguirá nenhuma empresa disposta a investir em publicidade usando a sua imagem.  


O que está circulando pela internet...

 

JORNAL DE CLASSIFICADOS: "CHOCOLATE"



Encontra-se desaparecido desde às 08:30 Hs do dia 18/12/2011.
Qualquer informação, notificar o Santos fuebol Clube,
 na Vila Belmiro, em Santos.


Continuam os comentários sobre a final do Mundial



Célio.

E a gozação de corinthianos, São Paulinos e Cariocas, continuam, foi um vexame total do futebol, brasileiro,
Será que Dirigentes, Cronistas, Técnicos milagrosos e demais enviolvidos, ainda acham eue o futebol brasileiro é o melhoir do mundo ?. Que um jogador que começa aparecer com seus dribles, gols, já é a essência do futebol?. Hoje o jogador alem de ser um peça fudamental com a bola, deverá ter raciocínio, jogar em função da equipe, do conjunto, futebol é umamaquina com 11 peças bem ajustadas. Um exemplo de como não deve ser uma equipe é o Palameiras, não tem conjunto, não tem técnica. Bola tirada da área, com chutão para a frente, para a lateral, que só deveria ser em ultimo caso. Na base, os jovens que estão começando, deveriam a aprender jogar como o time principal, como a mesma filosofia, assim quando chegar a idade de entrar no principal, não sentirá diferença. Mas aqui tudo é feito para se ganhar dinheiro, dinheiro, patrocinio, patrocinio. Vemos exemplos de jogadores, que se destacam um pouco, já se acham que são de Seleção, seu empresário, trata de promovê-lo no exterior, e assim vão fazendo a cabeça desses jóvens, que quando vão para a Europa, não se adaptam e querem voltar, Alguns exemplos, Keirrison, Tardeli, Luan(????), Guilherme e outros, Será que mudaremos nossa filosofia, a começar das badaladas escolinhas de futebol, que só querem ganhar dinheiro, e pouco ensinam os principios básicos do futebol, até como pensar em grupo, se desmarcar, saber prender a bola, não reclamar do juiz,, etc, etc,. Bem só futuro dirá.Um abraço amigo Célio.
(Por Bone Jr - Santos)

domingo, 18 de dezembro de 2011

Mais comentário de leitores do blog. Este é de Bone Jr - Santos

CÉLIO


SOU SANTISTA, O PEIXE É MEU 2ºTIME, FIQUEI COMO MUITOS DESCEPCIONADOS COM A ATUAÇÃO DO SANTOS. CREIO QUE COMO TODOS QUE CONHECEM UM POUCO DE FUTEBOL, VIRAM COMO SE DEVE JOGAR ESSE ESPORTE.


COMO CONSOLO, ..."NÃO SOMOS CAMPEÕES, MAS, FOMOS OS ÚLTIMOS A ESTAR E SAIR DA FESTA......


AOS AMIGOS CONTEPORÂNEOS OS CLUBES TEM QUE REPENSAR COMO DEVE SER O FUTEBOL HOJE.. ENSINAR DA BASE, QUE FUTEBOL É CONJUNTO, NÃO SERÁ UM CRAQUE, QUE IRÁ DESMONTAR E ACABAR COM O JOGO. O TÉCNICO DO BARCELONA, EM ENTREVISTA, DECLAROU,...."NÃO ME PREOCUPA O NEYMAR, SE O MEU TIME ´TER A POSSE E SEGURAR A BOLA, ELE NÃO TERÁ COMO JOGAR"....COMO CONSOLO, PÓSSO DIZER, QUE UM DIA, EU VI O ESQUADRÃO DO PEIXE JOGAR FUTEBOL COMO SE DEVE, (PELÉ & CIA - ANOS 60), VI A ACADEMIA DO PALMEIRAS, VI O BOTAFOGO DE GARRINCHA, DE NILTON SANTOS, VI FLAMENGO, VASCO, PORTUGUESA DESPORTOS, , CORINTHIANS, SÃO PAULO, E TANTOS OUTROS QUE TIVERAM SUA ÉPOCA.. E AMANHÃ PODEREI DIZER EU VI O BARCELONA DOS ANOS 2011. QUANDO IREMOS NOVAMENTE VER SURGIR OS CRAQUES NA BASE DE QUALQUER CLUBE NO BRASIL. PARA CHEGAR A ESSE ESTÁGIO, O BARLCELONA, INVESTIU NA BASE. Um abraço aos que gostam do futebol. Bone Jr.

Na íntegra, publicamos desabafo de torcedor, leitor do blog

Anônimo R. Baroni disse...




Seu Célio,
já conversamos por telefone sobre o jogo, mas também vou expressar aqui minhas impressões.
Pra mim, o grande culpado pela derrota, ou melhor, pela maneira como a derrota ocorreu, é o Muricy. Eu não gosto, não concordo e nunca concordarei com o denominado "Muricybol", ou seja, o estilo Muricy de se jogar futebol. Além disso, ele escalou muito mal o time. Jamais o Santos poderia ter jogado com 3 zagueiros, especialmente a zagueirada "grossa" e "tosca" do nosso time. Aliás, eu acho que esse é o grande diferencial do Barcelona: o time não tem nenhum jogador "grosso" (exceto o Puyol e o Mascherano). Todos os jogadores, do goleiro ao ponta-esquerda, são habilidosos, ou, no mínimo, sabem tocar direito a bola, e não precisam recorrer ao "chutão". A contrário do Santos que, com três zagueiros ruins, mas muito ruins de bola, rifava a bola a todo o momento. O tanto alardeado 3-5-2, esquema que seria a salvação da pátria (de acordo com a opinião generalizada, inclusive de vários comentaristas), foi, na verdade, o fato que enterrou, de vez, o Santos.
Ademais, junto com a gozação dos rivais, virão vários pseudo-experts em futebol, dizendo que há 1 "abismo colossal", "instransponível" entre o futebol europeu e o futebol brasileiro (ou o futebol sulamericano, de uma forma geral). Pra mim, isso é uma grandíssima besteira. Há, sim, uma fossa abissal entre o Barcelona e qualquer outro time do mundo (ou alguém já se esqueceu do vareio que o Barcelona deu no Real Madrid, dentro do Santiago Bernabeu?). E essa vantagem incomensurável que o Barcelona apresenta sobre todos os demais times, na minha humilde opinião, é imprescindível para o bem do futebol. O Barcelona é exatamente o antídoto contra o estilo de futebol defendido por alguns técnicos, como o Muricy e o Dunga, por exemplo.
Poder-se-ia perguntar o seguinte: o Santos conseguiria jogar como o Barcelona, ou então algo próximo? Não, acho que não - pelo menos não com esse time e esse treinador. Talvez se tivéssemos outra zaga, 1 lateral esquerdo em forma física, e 1 cara como o Wesley no meio-campo, ao invés do Henrique, e o Dorival Jr. como técnico, talvez conseguiríamos vender mais caro a derrota. Em suma: perderíamos de qualquer forma, mas não da maneira, um tanto quanto humilhante, que ocorreu. E isso é o ponto crucial que precisa ser ressaltado: o pior não foi a derrota, mas sim como ela aconteceu.
Finalizando: eu nunca achei que a vitória seria possível, mas fiquei com dó e vergonha do futebolzinho jogado pelo Santos hoje pela manhã. Mas sempre podemos tirar uma lição de coisas negativas. Quem sabe a diretoria acorda e percebe que, com essa zaga, e sem lateral esquerdo, o time não vai muito longe...

P.s.: agora que já ganhamos o Tri da Libertadores, poderíamos mandar o Muricy embora, e chamar o Dorival Jr. de volta. Honestamente, sinto saudades do time do 1º semestre de 2010, campeão da Copa do Brasil, mas não sinto tanto orgulho assim do time que ganhou a Libertadores.
18 de dezembro de 2011 14:29
Excluir




Anônimo R. Baroni disse...


Fazendo apenas um pequeno adendo ao comentário anterior: eu sei que é importante ganharmos títulos, e que, às vezes, nem sempre se consegue jogar bonito e ganhar. E também sei que o Muricy tem muito mérito no título da Libertadores. Mas a minha paixão pelo futebol impede que eu concorde com o "Muricybol". Concordar com o "Muricybol" é, de forma muito similar, se render ao "Dunguismo". E nunca na minha vida me permitirei ser partidário do estilo de jogo defendido por caras como o Dunga, C. A. Parreira, e o próprio Muricy.
Na minha visão, ou o Muricy se adequa ao time do Santos, e ao estilo dos jogadores que o Santos tem, e procura elaborar 1 estilo e esquema de jogo minimamente elegante, bonito e condizente com as virtudes do Ganso, Aroucar, Neymar, etc., ou então ele vai embora. Porque, se o contrário ocorrer (o Santos se adequar ao "Muricybol"), o que veremos é algo similar ao que ocorreu nesse ano: talvez ganhemos o Paulista e algum título nacional (Copa do Brasil ou Brasileirão), e sempre teremos chances na Libertadores. Mas, se formos ao Mundial de Clubes, e enfrentarmos o Barcelona, ou algum time de nível parecido, apanharemos feito bêbado...

18 de dezembro de 2011 14:44

Tristeza! O sonho acabou...



Meus amigos, o que todos temiam aconteceu. O Peixe entrou em campo nervoso e respeitando demais o time do Barcelona. Não vou usar as palavras falta de raça porque gosto demais do Santos FC. Vou usar, "falta de pegada".
Foi principalmente isto que faltou ao time.

No primeiro tempo então, parecia que estavam engessados ou sonolentos. Faltou sangue nos olhos, coração no bico da chuteira. Parecia que o Barça jogava com 15 e o Santos com 9.

O time só observava o adversário jogar, sem chegar junto. Tanto que cometeu só 5 ou 6 faltas e não levou nenhum cartão na etapa inicial. Num jogo como este, que é o jogo da vida de todos os jogadores, tem que sujar o uniforme, tem que ter pegada, fazer falta e por que não, levar cartão amarelo. Além disto, nossa defesa falhou demais. Principalmente Durval  nos dois primeiros gols.

Não estou dizendo que se nossa atitude fosse diferente, teríamos ganho a partida. Apenas que poderíamos ter perdido, mas de forma menos humilhante, sem que o adversário tivesse tanta posse de bola e a enorme facilidade na troca de passes.

Enfim, ficou claro a enorme superioridade do futebol europeu, principalmente do espanhol sobre os sul
americanos, tendo em vista que atualmente não temos em nosso continente algum time que possamos dizer que é melhor que o Santos FC.

Agora só nos resta torcer que nossa diretoria conserte os erros, faça contratações corretas e que o Santos FC retorne em 2012 a disputar o Mundial de Clubes com muito mais experiencia que em 2011.


Em Cascavel, grande números de torcedores se reuniram no Boêmio's Restaurante e Petiscaria no Parque Verde para assistir a partida. Infelizmente só houve festa antes do inicio do jogo, como podemos conferir nas fotos abaixo.

Geraldo, Marcos e Hélio

Olha o Geraldo chegando com os
quadros do Santos FC
Torcida animada que depois do jogo, ficou
bastante decepcionada.






sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

A emoção está tomando conta...

                       
                                  (Arte: Jornal A Tribuna - Santos)


Meus amigos leitores deste blog, o que dizer para expressar tamanha emoção nestes dias que antecedem a partida final do Mundial de Clubes? Sou torcedor do Alvinegro desde 1960, tinha 10 anos. Acompanhei a era Pelé, que convenhamos, era tão bom que até virou rotina com tantas conquistas! 


Sofri nos anos pós Pelé, com o time com jogadores de categoria duvidosa, salvo uns ou outros, salvo alguns escassos títulos, raros mesmo. Décadas no ostracismo como as de 80 e 90, sempre na intermediária da tabela de classificação. É óbvio que teve os responsáveis por esta situação. Pessoas ocupando cargos importantes sem o mínimo de competência e... bem isto não vem ao caso agora.  Em 1995 poderíamos ter sido campeões, mas quis o destino ou sei lá o que, que um arbitro tirasse de nossas mãos um legítimo título.


Mas o Glorioso Santos FC não se entregou, continuou em pé e a partir do novo milênio, as coisas começaram a mudar. As vitórias tornaram-se mais frequentes, os títulos foram surgindo, ótimos jogadores sendo revelados, a administração melhorando... e chegamos nos dias atuais. Pode-se dizer que estamos quase equiparados em matéria de títulos, nestes dois últimos anos, com a época de ouro do Alvinegro. 


Meus amigos, com certeza tudo isso vocês já sabem e estão a perguntar: Onde ele quer chegar? 
Eu respondo: Sei lá, a lugar nenhum talvez... apenas tentando demonstrar o quanto este Santos FC foi e é importante em minha ou nossas vidas. Talvez uma declaração de amor nestes agoniantes dias sirva para aliviar a tensão de tão longa espera... 


Prá cima deles, Santos... abaixo a arrogância e como diz aquele velho ditado: "Quanto maior é, mais bonito é o tombo". 
Pedimos muita garra aos nossos atletas e que consigam uma grande vitória, para que possamos soltar este grito que está preso em nossa garganta ha quase 50 anos. Grito este, tenho confiança que está saindo: "Somos Tri Campeões do Mundo"
(Por Célio Pegoraro)