NOTICIAS ATUAIS E FATOS QUE FIZERAM A HISTÓRIA DO SANTOS FC

<><><><> BEM - VINDO A ESTE BLOG <><><><>


Atenção: Este Blog não tem fins lucrativos e é usado apenas como hobby


sábado, 9 de junho de 2012

O dia em que Pelé foi expulso, mas quem saiu foi o juiz



Caros amigos, em postagem recente, fizemos uma matéria mostrando todos os jogos em que o Rei Pelé foi expulso. Hoje apresentamos um caso bizarro acontecido nestes 100 anos de história do Peixe: o dia em que Pelé "expulsou" um juiz.

Foi na partida internacional número 300 da história do embaixador do mundo, no dia 17 de Julho de 1968 contra a Seleção Olímpica da Colômbia.

O Santos entrou em campo com as suas estrelas: Pelé, Gilmar, Méngalvio, Ramos Delgado, Pepe, Lima, Toninho Guerreiro, Abel, entre outros.

O jogo estava bom para o Santos, Pelé havia marcado um gol, dado passe para mais dois, o Santos era o soberano, como de costume.

Mas a arbitragem calamitosa do arbitro Guillermo Velásquez irritou os jogadores do Santos, e quando ele validou um gol absurdo do time colombiano, partiram para cima do juiz. No meio da confusão, ele acabou sendo agredido por um atleta santista. Um atleta negro. Ele sem certeza escolheu justamente Pelé. Infeliz decisão, a torcida ficou enfurecida com a atitude do arbitro, e ele com receio da ação do torcedor, deixou o campo e em seu lugar entrou seu assistente, o também colombiano Omar Delgado Piedrahita.

Como a trcida estava revoltada com a expulsão de Pelé, pois pagaram para ver o Rei, o que fez Omar? Chamou Pelé de volta, claro!

O Santos ganhou de 4 a 2 e Velásquez, terminou o jogo na enfermaria. Mas a história não acaba por ai.

Ao que conta a história, Guillermo Velásquez era oficial militar e abriu um B.O. contra o elenco alvinegro. Resultado: todo mundo para o xilindró.

A data era aniversário de casamento de José Macia, o Pepe e os jogadores passavam bilhetinhos por debaixo da grade escrito: "Parabéns pela data querida".

Anos depois Velásquez deu sua versão:

"Como quase todos os jogadores do Santos eram negros, não pude identificar plenamente o que me atacou, mas tive a impressão de que foi Pelé e por isso o expulsei"

Quem estava na partida durante a confusão, contou que o árbitro expulsou primeiro o curinga Lima, depois de levar uma rasteira.

A versão do Pelé:
“Isso tudo aconteceu na Colômbia, por causa da confusão que todo mundo fazia entre eu e outros jogadores negros do time. Fui expulso porque, segundo o juiz, eu estava em uma briga da qual não participei.
Eu tinha ido lá para apartar, mas o juiz queria tirar um de cada time. Viu um crioulo brigando e acabou me expulsando. Mas, na verdade, quem criou a confusão foi o Dorval. Depois, a torcida ameaçou invadir o campo e eu tive que voltar. O juiz foi mesmo trocado”.

Confira no vídeo (raro) abaixo, a confusão ocorrida neste amistoso. Observem o olho roxo e inchado do arbitro da partida.




Nenhum comentário: