NOTICIAS ATUAIS E FATOS QUE FIZERAM A HISTÓRIA DO SANTOS FC

<><><><> BEM - VINDO A ESTE BLOG <><><><>


Atenção: Este Blog não tem fins lucrativos e é usado apenas como hobby


sexta-feira, 31 de maio de 2013

Todos os artilheiros do Campeonato Brasileiro


Caros amigos, neste post, apresentamos a vocês, todos os artilheiros do Campeonato Brasileiro, desde o ano de 1959. Confira:
Artilheiros do Brasileiro - SÉRIE A
 Ano Artilheiros Gols
2012Fred (Fluminense)20
2011Borges (Santos)23
2010Jonas (Grêmio)23
2009Diego Tardelli (Atlético-MG) e Adriano "Imperador" (Flamengo)19
2008Kléber Pereira (Santos), Keirrison (Coritiba) e Washington (Fluminense)21
2007Josiel (Paraná Clube)20
2006Souza (Goiás)17
2005Romário (Vasco)22
2004Washington (Atlético PR)34
2003Dimba (Goias)31
2002Rodrigo Fabri (Grêmio) e Luis Fabiano (São Paulo)19
2001Romario (Vasco da Gama)21
2000Adhemar (São Caetano)22
1999Guilherme (Atlético MG)28
1998Viola (Santos)21
1997Edmundo (Vasco da Gama)29
1996Paulo Nunes (Grêmio) e Renaldo (Atletico MG)16
1995Tulio (Botafogo)23
1994Tulio (Botafogo) e Amoroso (Guarani)13
1993Guga (Santos)15
1992Bebeto (Vasco da Gama)18
1991Paulinho Mclaren (Santos)15
1990Charles (Bahia)11
1989Tulio (Goias)11
1988Nilson (Internacional)15
1987
(1)
Evair (Guarani)
Muller (São Paulo)
09
10
1986Careca (São Paulo)25
1985Edmar (Guarani)20
1984Roberto (Vasco da Gama)16
1983Serginho Chulapa (Santos)22
1982Zico (Flamengo)21
1981Nunes (Flamengo)16
1980Zico (Flamengo)21
1979César (América/RJ)13
1978Paulinho (Vasco da Gama)19
1977Reinaldo (Atlético MG)28
1976Dario (Internacional)16
1975Flavio (Internacional)16
1974Roberto Dinamite (Vasco da Gama)16
1973Ramón (Santa Cruz)21
1972Dario (Atlético MG) e Pedro Rocha (São Paulo)17
1971Dario (Atletico MG)15
Artilheiros do Torneio Roberto Gomes Pedrosa
1970Tostão (Cruzeiro)12
1969Edu (América-GB)14
1968Toninho Guerreiro (Santos)18
1967Ademar (Flamengo) e César (Palmeiras)15
Artilheiros da Taça Brasil
1968Ferretti (Botafogo/GB)07
1967Chicletes (Treze/PB)09
1966Bita (Náutico/PE) e Toninho Guerreiro (Santos/SP)10
1965Alcindo (Grêmio/RS)10
1964Pelé (Santos/SP) e Gildo (Ceará/CE)07
1963Pelé (Santos/SP)08
1962Coutinho (Santos/SP)07
1961Pelé (Santos/SP)07
1960Bececê (Fortaleza/CE)07
1959Leo (Bahia/BA)08
Observações:
Romário se tornou o artilheiro  mais "velho" da história do campeonato (de 1971 a 2010) ao marcar 22 gols na temporada de 2005. Estava com 39 anos de idade.
(1) Em 1987 Evair foi artilheiro do Modulo Amarelo e Muller do Modulo Verde
Roberto Dinamite é o maior artilheiro do Campeonato  (de 1971 a 2010). Fez 190 gols entre 1971 e 1989, sendo 181 pelo Vasco e 09 pela Portuguesa de Desportos no campeonato de 1989.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Botafogo 2 x 1 Santos - Jovens são as esperanças...


Os jogadores do Santos deixaram o gramado do Estádio Raulino de Oliveira chateados com a derrota para o Botafogo, por 2 a 1 , na noite desta quarta-feira. O goleiro Rafael se mostrou incomodado com o resultado, mas também procurou ressaltar que a partida, a primeira depois da saída de Neymar para o Barcelona, deixou aspectos positivos para a equipe praiana.

"O Neymar é muito acima da média e, por ser diferenciado, fazia lances imprevisíveis. Claro que vamos sentir a sua falta, mas hoje temos que ressaltar que o Neílton e o Gabriel mudaram o jogo ( a dupla entrou no segundo tempo ). Foi uma pena não termos conseguido o empate", lamentou o camisa 1 do Peixe.

Na avaliação de Rafael, principalmente na etapa complementar, os santistas sufocaram o time carioca e poderiam ter conseguido arrancar um empate fora de casa - essa foi a primeira derrota dos paulistas na competição.

"Tivemos um bom volume de jogo, encurralamos o Botafogo no segundo tempo, só que, infelizmente, não conseguimos empatar. Ficamos tristes pelo resultado, mas felizes pela reação que a equipe mostrou em campo", concluiu o arqueiro.

Com apenas um ponto somado em duas rodadas do Brasileirão, o Santos voltará a campo diante do Grêmio, no próximo sábado, às 16h20, na Vila Belmiro.

(Fonte: http://esporte.ig.com.br/futebol/)


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 SANTOS

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 29 de maio de 2013 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Público: 2.344 pagantes
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira e Elicarlos Franco de Oliveira (ambos da BA)
Cartão Amarelo: Durval (Santos)

Gols:
BOTAFOGO: Fellype Gabriel aos 14 minutos e Rafael Marques aos 21 minutos do primeiro tempo
SANTOS: Montillo aos 26 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Renan, Lucas, Antônio Carlos, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel(Vitinho), Andrezinho(Renato) e Lodeiro(André Bahia); Rafael Marques.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SANTOS: Rafael; Rafael Galhardo, Gustavo Henrique, Durval e Emerson Palmieri; Renê Júnior(Neilton), Arouca, Cícero e Montillo; Patito Rodriguez(Gabriel) e William José.
Técnico: Muricy Ramalho

Pré Jogo: Botafogo x Santos

No dia 08/05/2010, os vencedores do Carioca e do Paulistão, brindam os torcedores com ótimo espetáculo. No fim, igualdade no marcador por 3 x 3 e emoção até o último minuto.


Botafogo 3x3 Santos

Data: Sábado (08/05/2010)

Gols: Antônio Carlos, aos seis minutos e aos 45 do primeiro tempo, e Herrera, aos 43 do segundo tempo (Botafogo); Neymar, aos 30, e André, aos 32 minutos do primeiro tempo, e Zé Eduardo, aos 35 minutos da segunda etapa (Santos FC)
Cartões Amarelos: Herrera (Botafogo); Alex Sandro, Zé Eduardo e Wesley (Santos FC)
Cartões Vermelhos: Alex Sandro (Santos FC)
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Auxiliares: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Botafogo
Jéfferson, Antônio Carlos, Fahel e Fábio Ferreira; Alessandro (Marcelo Cordeiro), Leandro Guerreiro, Túlio Souza (Edno), Renato Cajá (Caio) e Somália; Abreu e Herrera. Técnico: Joel Santana

Santos FC
Felipe, Maranhão, Bruno Aguiar, Durval, Alex Sandro; Roberto Brum (Rodrigo Mancha), Wesley e Marquinhos; Madson (Breitner), Neymar (Zé Eduardo) e André. Técnico: Dorival Junior


terça-feira, 28 de maio de 2013

Jogos em que Pelé foi expulso


Caros amigos, não é por que Pelé era o Rei do futebol que os árbitros aliviavam com ele. Às vezes a fama até atrapalhava, pois muitos juízes queriam ter o prazer de dizer que havia expulsado de campo o maior jogador do mundo. 

Pelé não era violento, mas também não era nenhum anjinho dentro de campo. Se não concordasse com alguma marcação, reclamava muito, ocasionando com isto, muitas advertências e expulsões. 


Confira abaixo, todas as expulsões do Rei Pelé:

22/17/57 - Santos 1 x 0 Corinthians - Campeonato Paulista - Árbitro: Juan Brozzi

19/07/59 - Santos 0 x 0 Seleção de Pernambuco - Amistoso - Árbitro: Alfredo Bernardes Torres;
Foram expulsos também, Dorval, Fioti e Getúlio

10/09/61 - Santos 3 x 0 Botafogo-SP - Campeonato Paulista - Árbitro: Romualdo Arpi Filho

19/11/61 - Santos 0 x 1 América-RJ - Taça Brasil - Árbitro: Armando Marques

15/08/63 - Santos 1 x 4 São Paulo - Campeonato Paulista - Árbitro: Armando Marques.
Partida encerrada aos 8 minutos do segundo tempo, pois o Santos ficou com 6 jogadores em                             campo. Coutinho foi expulso e Aparecido, Dorval e Pepe saíram contundidos.

10/01/65 - Santos 2 x 3 Botafogo-RJ - Torneio Rio-São Paulo - Árbitro: Albino Zanferrari; Expulsos            também: Manga e Paulistinha

08/12/65 - Santos 1 x 0 Vasco - Taça Brasil - Árbitro: Armando Marques; Expulsos também: Geraldino, Lima, Orlando, Ananias, Luizinho e Zezinho

03/11/66 - Santos 2 x 6 Cruzeiro - Taça Brasil - Árbitro: Armando Marques; Procópio também foi expulso

28/02/67 - Santos 2 x 1 Colo Colo - Amistoso Internacional - Árbitro: Jayme Amor Também foram expulsos: Zito e Eruz

15/08/68 - Santos 2 x 3 Vasco - Roberto Gomes Pedrosa (Robertão) - Árbitro: Agomar Martins (expulso aos 30 minutos do segundo tempo)

Data indefinida - Santos 2 x 1 River Plate (Argentina) - Amistoso Internacional - Árbitro: Ângelo Coereza

20/11/68 - Santos 3 x 1 Grêmio-PA - Roberto Gomes Pedrosa (Robertão) - Árbitro: Agomar Martins (expulso aos 30 minutos do segundo tempo)

23/11/69 - Santos 0 x 2 Atlético Mineiro - Roberto Gomes Pedrosa (Robertão) - Árbitro: Amílcar Ferreira (expulso aos 25 minutos do segundo tempo)

No vídeo abaixo, na Copa de 1970 contra o Uruguai, Pelé irritado com a marcação desleal que vinha sofrendo, desferiu uma cotovelada no adversário. O árbitro anotou falta a favor do Brasil... Confira:


segunda-feira, 27 de maio de 2013

Mais Neymar...







Neymar assina com Barcelona


Neymar é oficialmente jogador do Barcelona. O atacante assinou na tarde desta segunda-feira contrato de cinco anos com o clube catalão. O vínculo foi firmado na sede do Instituto Neymar Júnior, em Santos.

A reunião contou com as participações de Raúl Sanllehí, dirigente do Barça, o empresário André Cury, o agente Wagner Ribeiro, e o pai Neymar da Silva Santos.

Em seu perfil no Instagram, o agora ex-atleta santista agradeceu aos torcedores e seus companheiros: “E aqui se encerra essa passagem maravilhosa por um clube especial. Obrigado por tudo, pelos elogios, pelas cobranças, pelos gritos, enfim POR TUDO ! Vou guardar estes momentos por toda minha vida ! .... É Toiss !!”.

O ex-jogador Edmilson, que defendeu o Barcelona entre 2004 e 2008, também estava na reunião. O ex-zagueiro postou uma foto em seu Instagram após as assinaturas.

O Santos divulgou na última sexta-feira que aceitou duas propostas por Neymar: uma do Barcelona e outra do Real Madrid. No sábado, o atacante anunciou sua escolha pelo clube catalão.

Os valores da transação não foram divulgados oficialmente, mas especula-se que gire em torno de 35 milhões de euros (R$ 93 milhões). O salário do atleta seria de sete milhões de euros (R$ 18,5 mi) anuais.

(Fonte: http://esporte.ig.com.br/futebol/)

Neymar com seu pai, agente e representantes do Barcelona
logo após assinatura (Foto: Reprodução/Instagram)

Emoção de Neymar na despedida de seus companheiros




domingo, 26 de maio de 2013

Santos 0 x 0 Flamengo - Até a volta, Neymar...


Caros amigos, para nós santistas, o que de mais importante aconteceu na partida desta tarde em Brasilia, não foi a estréia do time no Brasileiro 2013,  nem mesmo a inauguração do belo e caríssimo estádio Mané Garrincha.

A expectativa, como não poderia deixar de ser, era a despedida de nosso garoto de ouro, jogando a sua última partida pelo time que ele aprendeu a amar, desde seus 11 anos.

Na execução do Hino Nacional, Neymar já chorava. Lágrimas de um jogador que se despedia dos gramados brasileiros que o consagraram. O seu roteiro no Santos estava cumprido e para ele, era um momento histórico, marcando o final e o inicio de uma nova era. Para nós torcedores, era o momento que gostaríamos que jamais acontecesse...

Dentro do campo de jogo, o cenário foi outro! Como o Flamengo não tinha nada a ver com a despedida de nosso ídolo, dominou o jogo, teve grandes chances de matar a partida logo no primeiro tempo e não deu nenhuma chance para que Neymar pudesse fechar com chave de ouro esta sua primeira passagem pelo Santos FC.

Agora, ficamos na expectativa dos próximos jogos, para saber como reagirá nosso time sem a dependência daquele que, durante quatro anos foi o maior ponto de referencia da equipe.

A única certeza, é que necessitamos de muitos reforços se quisermos almejar algo nos campeonatos que estamos disputando este ano. Reforços estes, que têm que ser muito bem planejados para não deixar escapar por entre os dedos, o dinheiro arrecadado com a venda do Neymar.

Na próxima rodada, o Santos vai até Volta Redonda para encarar o Botafogo, na quarta-feira, às 19:30 horas.

                           

FICHA TÉCNICA 
SANTOS 0 X 0 FLAMENGO

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 26 de maio de 2013, domingo
Hora: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Renda: R$ 6.948.710,00
Público: 63.501 pagantes
Cartões amarelos: Henrique (Santos); Luiz Antônio (Flamengo)

SANTOS: Rafael; Rafael Galhardo (Patito Rodríguez), Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo (Felipe Anderson); Neymar e Henrique (Gabriel)
Técnico: Muricy Ramalho

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Renato Santos, Marcos González e Ramon; Luiz Antônio (Carlos Eduardo), Elias, Renato Abreu e Gabriel (Paulinho); Rafinha e Hernane (Marcelo Moreno)
Técnico: Jorginho


sábado, 25 de maio de 2013

Quantidade de títulos do Brasileirão por clubes

Caros amigos, neste post, mostramos quantos títulos do Campeonato Brasileiro que cada time conquistou, desde o ano de 1959. Esta posição é após a unificação dos títulos, abrangendo a Taça Brasil, Taça de Prata e Campeonato Brasileiro. Confira:

CAMPEÕES BRASILEIROS APÓS A UNIFICAÇÃO

8

títulos
          
   Palmeiras              Santos     

6


São Paulo       

5


Flamengo

4

          
   Corinthians              Vasco     

3

          
 Fluminense             Inter     

2

                           
 Bahia              Botafogo            Cruzeiro            Grêmio

1

título
                        
Atlético-MG          Atlético-PR            Coritiba           Guarani              Sport


sexta-feira, 24 de maio de 2013

Todos os Campeões Brasileiros de futebol


Caros amigos, ao iniciar-se mais uma edição do Campeonato Brasileiro de Futebol, mostramos neste post, todos os campeões nacionais, desde o ano de 1959. Confira:



Campeonato Brasileiro - SÉRIE A
 Ano Campeão ViceFinal
2013----pontos corridos
2012FluminenseAtlético-MGpontos corridos
2011CorinthiansVasco da Gamapontos corridos
2010FluminenseCruzeiropontos corridos
2009FlamengoInternacionalpontos corridos
2008São PauloGrêmiopontos corridos
2007São PauloSantospontos corridos
2006São PauloInternacionalpontos corridos
2005CorinthiansInternacionalpontos corridos
2004SantosAtletico Paranaensepontos corridos
2003CruzeiroSantospontos corridos
2002SantosCorinthians2 x 0 e 3 x 2
2001Atletico ParanaenseSão Caetano4 x 2 e 1 x 0
2000Vasco da GamaSão Caetano1 x 1 e 3 x 1
1999CorinthiansAtletico Mineiro2 x 3, 2 x 0 e 0 x 0
1998CorinthiansCruzeiro2 x 2, 1 x 1 e 2 x 0
1997Vasco da GamaPalmeiras0x 0 e 0 x 0
1996GrêmioPortuguesa de Desportos0 x 2 e 2 x 0
1995BotafogoSantos2 x 1 e 1 x 1
1994PalmeirasCorinthians3 x 1 e 1 x 1
1993PalmeirasVitória1 x 0 e 2 x 0
1992FlamengoBotafogo3 x 0 e 2 x 2
1991São PauloBragantino1 x 0 e 0 x 0
1990CorinthiansSão Paulo1 x 0 e 1 x 0
1989Vasco da GamaSão Paulo1 x 0
1988BahiaInternacional2 x 1 e 0 x 0
1987 SportGuarani1 x 1 e 1 x 0
1986São PauloGuarani1x1, 3x3 (4x3 penais)
1985CoritibaBangu1 x 1 (6x5 penais)
1984FluminenseVasco da Gama1 x 0 e 0 x 0
1983FlamengoSantos1 x 2 e 3 x 0
1982FlamengoGrêmio1 x 1, 0 x 0 e 1 x 0
1981GrêmioSão Paulo2 x 1 e 1 x 0
1980FlamengoAtletico Mineiro0 x 1 e 3 x 2
1979Internacional (Invicto)Vasco da Gama2 x 0 e 2 x 1
1978GuaraniPalmeiras1 x 0 e 1 x 0
1977São PauloAtletico Mineiro0 x 0 (3x2 penais)
1976InternacionalCorinthians2 x 0
1975InternacionalCruzeiro1 x 0
1974Vasco da GamaCruzeiro2 x 1
1973PalmeirasSão Paulo-
1972PalmeirasBotafogo0 x 0
1971Atletico MineiroSão Paulo-

Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Taça de Prata)
Histórico do Torneio Robertão

O Torneio Roberto Gomes Pedrosa, era até o inicio do Campeonato Brasileiro, a competição de maior expressão no Brasil.
Em 1967 participaram clubes de Minas Gerais (Atlético e Cruzeiro), Rio Grande do Sul (Grêmio e Inter) e Paraná (Ferroviário), mais os clubes que disputavam o Torneio Rio São Paulo. A última edição foi a de 1970, que se chamou Taça de Prata.
1970FluminensePalmeiras--
1969PalmeirasCruzeiro--
1968SantosInternacional--
1967PalmeirasInternacional--
Taça Brasil
Histórico da Taça Brasil

A Taça Libertadores começou a ser disputada em 1960; nessa época, como no Brasil ainda não havia um campeonato nacional, foi criado a Taça Brasil, pela Confederação Brasileira de Desportos (atual CBF), para se definir o representante brasileiro na competição sulamericana.

A Taça do Brasil era disputada entre os campeões estaduais. A grande diferença é que clubes de São Paulo e da Guanabara (GB), atual estado do Rio de Janeiro, entravam nas semifinais, com os clubes que sobrevivessem ao mata-mata das fases anteriores.

Estas fases eram divididas em outros sub-campeonatos como: Taça Brasil Zona Norte, Zona Central, Zona Sudeste, etc...



Confira os campeões da Taça Brasil 
1968Botafogo (GB)Fortaleza CE)2x2, 4x0
1967Palmeiras (SP)Náutico (PE)3x1, 1x2, 2x0
1966Cruzeiro (MG)Santos (SP)6x2, 3x2
1965Santos (SP)Vasco (GB)5x1, 1x0
1964Santos (SP)Flamengo (GB)4x1, 0x0
1963Santos (SP)Bahia (BA)6x0, 2x0
1962Santos (SP)Botafogo (GB)4x3, 1x3, 5x0
1961Santos (SP)Bahia (BA)1x1, 5x1
1960Palmeiras (SP)Fortaleza (CE)3x1, 8x2
1959Bahia (BA)Santos (SP)3x2, 0x2, 3x1

Praça Independência em Santos, após a comemoração dos corintianos...

Caros amigos, como vocês sabem, a Praça Independência em Santos, com seu belo monumento, é o local preferido para comemorações de conquistas de campeonatos, não só da torcida do Santos FC, mas também dos torcedores rivais.

Por ocasião da conquista do Paulistão de 2013, a torcida corintiana fez a festa naquela praça, mas vejam o que aconteceu, comparando as duas fotos abaixo...


                                         A Praça, antes das comemorações dos corintianos...  belíssima!



                                        Agora, vejam a diferença após a festa dos corintianos...  ehehehe


        (Agradecimento especial a Bone Junior - Santos / SP - que nos enviou a segunda foto)



quinta-feira, 23 de maio de 2013

Santos 0 x 0 Joinville - Sem palavras...

Há possibilidades de apagar este jogo
da gloriosa história do Santos FC?

Caros amigos, sem palavras, sem melhores momentos, sem ficha técnica, sem vídeo do You Tube, sem gols, sem oportunidades de gols, sem preparo físico, sem vontade, sem técnico, sem garra, sem motivação, sem jogadores, sem reservas, sem padrão de jogo, sem diretoria, sem torcida no estádio, sem vontade de assistir, sem perspectiva de melhoras, sem chance de conquistar a Copa do Brasil, sem chance de continuar na primeira divisão do Brasileiro e mais cem números de "sem" que você possa imaginar...

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Vender Neymar e contratar Robinho, é uma boa?


Caros amigos, diante de tanta especulação com respeito ao assunto em título, penso que se for para vender o Neymar pelo valor que dizem, que estão oferecendo, então deixem ele ficar até o fim do seu contrato, mesmo que após, o Santos não receba nada em troca.


Segundo noticia-se, o valor até hoje oferecido é de aproximadamente 20 milhões de euros (R$ 52,5 milhões). Desse montante, o Peixe teria direito a 55% (R$ 28,8 milhões) - a DIS tem 40% dos direitos e a Terceira Estrela Investimentos S/A que é dona dos 5% restantes.

Vocês hão de convir comigo que é um valor insignificante que irá para os cofres do Peixe, levando em conta o que foi pago pelo Lucas do São Paulo, que é considerado tecnicamente bem inferior ao Neymar.

Outro comparativo é com uma noticia divulgada nesta quarta-feira pela mídia espanhola, sobre uma proposta que o Manchester United teria feito, de 18 milhões de euros por Thiago Alcântara, meia do Barcelona e filho de Mazinho, tetracampeão pelo Brasil em 1994.

Ora vamos, será que Neymar só vale tanto quanto Thiago Alcântara, reserva e que jogou poucas partidas na temporada pelo Barcelona? Com certeza, nosso ídolo vale muito mais do que estão oferecendo por ele...

Quanto ao Robinho, sou totalmente contra sua contratação, da mesma maneira que fui contra as de Montillo, André e Miralles.

Grande parte da torcida santista está a favor da volta de Robinho, porém, esquecem-se que ele já não é o mesmo de 2002, nem mesmo o de 2010 e está amargando o banco de reservas do Milan à muito tempo.

Muitos outros fatores me fazem torcer para que ele não retorne ao Peixe. Senão vejamos: Em 2005 ele boicotou o Santos, fazendo até greve para poder ser vendido ao Real Madrid. Depois, saiu brigado do próprio time madrilenho.

Em 2010, aceitou voltar ao Santos, mas não foi por amor. Voltou recebendo em torno de R$900.000,00 por mês e para ficar na vitrine, afim de ser convocado para a Copa do Mundo daquele ano. E hoje, quanto de salário irá pedir o Robinho? Por pouco, com certeza ele não virá!

Sei que a maioria não compartilharão do meu ponto de vista, porém, estou analisando friamente a situação, sem o natural empolgamento de torcedor. No caso dele ser contratado, estarei torcendo por ele, como torço para todos os jogadores que vestem a tradicional e gloriosa camisa alvinegra!


Santos é o 4º colocado em número de sócios-torcedores


O time da Vila registrou salto exponencial no número de sócios-torcedores nos últimos quatro anos (período no qual, o atacante Neymar se tornou estrela do time) e atualmente, entre os grandes paulistas, está atrás apenas do Corinthians.

São 51.878 sócios-torcedores adimplentes no Santos. Outros 14 mil pertencem a um grupo de remidos e inadimplentes. O Corinthians possui um pouco mais: 52.894 associados adimplentes.

Os dados foram fornecidos pelo "Movimento Por um Futebol Melhor", grupo que engloba os principais clubes do país para oferecimento de descontos a sócios.


Confira a relação abaixo:



1º - Internacional: 82 mil sócios

2º - Grêmio: 71.969 sócios

3º - Corinthians: 52.894 sócios

4º - Santos: 51.878 sócios

5º - Cruzeiro: 27.735 sócios

6º - Palmeiras: 23.822 sócios

7º - Flamengo: 21.786 sócios

8º - São Paulo: 20.077 sócios

9º - Fluminense: 16.223 sócios

10º - Santa Cruz: 13.127 sócios

Apesar do aumento registrado, o sócio do Santos segue sem desfrutar atividades extras no clube. O Santos não oferece ampla sede social. Não há piscina, áreas de recreação e outras atividades.
O benefício do sócio-torcedor santista é estritamente ligado ao futebol: preferência e descontos na aquisição de ingressos (que variam conforme o plano).

A média de público no Paulistão não foi proporcional ao elevado registro de novos sócios alvinegros. O time vice-campeão estadual teve média de 11 mil espectadores por jogo, a 3ª melhor média (Corinthians teve 24 mil torcedores por jogo; São Paulo: 14 mil; e São Bernardo: 10 mil).

(Fonte: http://esporte.uol.com.br/)

domingo, 19 de maio de 2013

Santos 1 x 1 Corinthians - Infelizmente não deu...

Caros amigos, a garra do time do Santos não foi suficiente para derrotar o Corinthians nesta tarde na Vila Belmiro, deixando assim, escapar o tão sonhado Tetra Campeonato. Fazendo um balanço geral das duas partidas das finais, infelizmente, temos que admitir que o Corinthians mereceu a conquista.

Desde o inicio do campeonato, o Santos nunca convenceu, sempre jogando um futebol fraco e como sempre, na dependência das atuações do Neymar. Mesmo na fase final, onde acreditávamos que o time se superaria, aconteceu o contrário e o rendimento da equipe caiu, tanto que passamos às duras penas pelo  Palmeiras e Mogi Mirim, vencendo ambos na disputa de pênaltis.

Agora, só nos resta torcer para que a diretoria reforce o time, pois como está, não acredito que tenha vida longa na Copa do Brasil e muito menos no Campeonato Brasileiro, independente da saída ou não de Neymar para o exterior.




SANTOS 1 X 1  CORINTHIANS

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/Hora: 19 de maio de 2013, às 16h
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gass (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Renda/Público: R$ 867.256, 62 / 14.740 pagantes
Cartões Amarelos: Renê Júnior (SAN); Cássio, Fábio Santos, Edenilson e Romarinho (COR)
Cartões Vermelhos: Não houve
GOLS: Cícero, aos 26'/1º (1-0) e Danilo, aos 28'/1ºT (1-1)

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior (Patito, aos 32'/2ºT), Arouca, Cícero e Felipe Anderson; Neymar e André (Miralles, aos 13'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Romarinho (Pato, aos 30'/2ºT), Danilo e Emerson (Edenilson, aos 13'/2ºT); Guerrero (Douglas, aos 37'/2ºT). Técnico: Tite.


sábado, 18 de maio de 2013

Pré jogo (especial): 1948 - Santos 3 x 2 Corinthians

Caros amigos, nestes momentos que antecedem a mais um clássico decisivo, esperando confiante a conquista do inédito Tetra, estamos reprisando este vídeo com imagens raras, de um jogo entre Santos x Corinthians, realizado em 04 de julho de 1948, válido pela 6ª rodada do Campeonato Paulista daquele ano, na antiga Vila Belmiro. Observem os torcedores chegando nos bondes super lotados, a invasão de campo após o final do jogo e como era o antigo estádio. Uma raridade que vale a pena ser vista e recomendada aos amigos.




Ficha Técnica:

Campeonato Paulista 1º turno

Domingo, 4/julho/1948 (tarde)

Vila Belmiro

SANTOS: Robertinho, Artigas e Expedito; Nenê, Telesca e Alfredo; Odair Titica, Antoninho, Pascoal, Paulo e Pinhegas.
T: Oswaldo Brandão

CORINTHIANS: Bino, Rubens e Belacosa; Newton, Hélio e Aleixo; Cláudio, Baltazar, Sevilio, Severo e Noronha.
T: Gentil Cardoso

Gols: Pinhegas 10, Severo 14, Severo 43 do 1º. Odair Titica 30 e 41 do 2º.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Homenagem a Coutinho pelos 55 anos de sua estréia no Santos

Coutinho estreou no time profissional
com apenas 14 anos
Caros amigos, nesta sexta (17/05) fazem 55 anos da estreia de Coutinho com a camisa do Santos FC. Esta postagem é em homenagem a este grande ídolo, que fez história no Santos FC.

Corinthians 0 x 3 Santos
Coutinho três vezes...


No dia 08/10/1966, numa quarta feira, Santos e Corinthians se enfrentaram no Pacaembu. O Corinthians lutava para conquistar o campeonato que não vinha desde 1954 e quebrar um tabu de vitórias em Paulistas em cima do Santos que não acontecia desde 1957.

De um lado, Pelé, o rei do futebol voltando ao time. Ele foi o maior carrasco da história do Corinthians. Do outro lado, o anjo torto, Garrincha, que fora contratado a peso de ouro para tentar as duas façanhas: um título e a quebra do jejum.


Especificamente este jogo, lembro que assisti com o radio de pilhas grudado no ouvido e vibrei muito com a vitória do Peixe e principalmente, pelos gols serem todos de Coutinho!


O texto abaixo vem do livro: "Coutinho, o gênio da área" - de Carlos Fernando Shinner:
Coutinho, eterno ídolo e "Menino da Vila" 

Coutinho estava machucado, recuperando-se de mais uma lesão e mal podia correr. No dia anterior ao clássico, o centroavante estava relaxado, lavando o carro estacionado na calçada, bem em frente ao Estádio Urbano Caldeira. Foi quando Lula passou cabisbaixo. Coutinho puxou assunto, perguntando se o técnico estava preocupado com o jogo. Ouviu como resposta: " O Corinthians não tem medo de Pelé, não. Eles têm medo de você."

O jogador começou a rir e disse que não era verdade. Além do mais, imaginava-se fora da partida, pois o médico havia liberado para jogar apenas 30 minutos. Coutinho se esquivava como um bom lutado de boxe, argumentando que estava fora de forma e muito acima do peso. Coutinho sabia que era mais um daqueles truques que Lula usava para motivar os jogadores...

Para encurtar a história, no dia seguinte, Coutinho foi para o jogo e vocês já sabem o que aconteceu...  Assistam ao vídeo, com lances e gols daquela partida:



SANTOS 3 x CORINTHIANS 0
Data: 08/10/1966
Local: Estádio "Paulo Machado de Carvalho", no Pacaembu, Capital.

Santos: Laércio; Carlos Alberto, Oberdan, Haroldo e Lima; Zito e Mengálvio; Toninho, Coutinho, Pelé e Edu. Técnico: Antonio Fernandes - Antoninho (Lula estava suspenso)

Corinthians: Márcio; Jair Marinho, Galhardo, Clóvis e Edson; Dino Sani e Nair; Garrincha, Flávio, Rivelino e Marcos. Técnico: Filpo Nuñes

Gols: Coutinho (20-1), Coutinho (25-1) e Coutinho (37-1).

Árbitro: Armando Marques.
Renda: Cr$ 104.388.500 (49.417 pagantes)

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Histórias e estórias (39): Santos vence Corinthians em clássico de 7 gols

Guga, mostrando com os dedos, quantos gols marcou

Caros amigos, era um domingo à tarde, no dia 24 de abril de 1994, Morumbi, com 26.500 torcedores no estádio, para ver mais um clássico entre Santos x Corinthians. O time Peixeiro, vivendo uma época de "vacas magras", já não tinha nenhuma possibilidade de ser campeão e jogava pela honra de ganhar seu primeiro clássico no campeonato (o Palmeiras ficou com o título daquele ano).

Porém, tinha-se que admitir que o adversário se apresentava com um time muito melhor, com Rivaldo, Casagrande, Viola, Marcelinho Carioca... e, quando marcou dois gols em apenas 21 minutos, deu aos torcedores santistas, a impressão que viveriam uma grande decepção naquele dia.

Dois minutos depois, porém, o centroavante Guga, sempre muito calmo e preciso diante do gol, diminuiu a vantagem corintiana. Outros dois minutos e o volante Dinho empatou, cobrando um pênalti sofrido por Guga. Antes do final do primeiro tempo, novamente Guga, com uma frieza impressionante, já fazia o terceiro gol.

No segundo tempo, Guga marcou mais um, o seu terceiro no jogo, com uma potente cabeçada. Casagrande diminuiu, mas não pôde impedir a derrota. Após o término da partida, surpreso, Casagrande falou o seguinte: " Nós fizemos dois a zero e pensamos que o jogo estava ganho. Mas este Santos é a cara do Serginho Chulapa".

Naquela ocasião, o Santos jogou com: Edinho; Índio, Marcelo Fernandes, Cerezo (não o Toninho) e Silva; Dinho, Gallo e Ranielli (Sergio Santos); Paulinho Kobayash (Zé Renato), Macedo e Guga. Técnico: Serginho Chulapa

Vejam as entrevistas e os melhores momentos deste jogo, no vídeo abaixo:


Estatistica dos confrontos entre Santos x Corinthians


Caros amigos, abaixo, apresentamos a vocês, uma estatística completa dos jogos entre estas duas equipes.


(Atualizado em 20/05/2013)

GERAL
Jogos: 308
Vitórias: 97
Empates: 87
Derrotas: 124
Gols Pró: 478
Gols Contra: 563
Primeiro Confronto: Santos 6 x 3 (22/06/13, Paulistão, Palestra Itália)
Último Confronto: Corinthians 2 x 1 (12/05/2013, Paulista, no Pacaembu)
Maior Vitória do Santos FC: 8 x 3 (04/09/27, Paulistão, no Parque São Jorge)
Maior Vitória do Corinthians: 0 x 11 (11/07/20, Paulistão, na Vila Belmiro)

BRASILEIRO
Jogos: 52
Vitórias: 18
Empates: 16
Derrotas: 18
Gols Pró: 72
Gols Contra: 71
Primeiro Confronto: Santos 1 x 1 (13/05/67, no Pacaembu)
Último Confronto: 1 x 1 (24/11/2012, no Pacaembu)

PAULISTA
Jogos: 192
Vitórias: 58
Empates: 54
Derrotas: 79
Gols Pró: 298
Gols Contra: 369
Primeiro Confronto: Santos FC 6 x 3 (22/06/1913, no Palestra Itália)
Último Confronto: Corinthians 2 x 1 (12/05/2013, no Pacaembu)

LIBERTADORES
Jogos: 2
Vitórias: 0
Empates: 1
Derrotas: 1
Gols Pró: 1
Gols Contra: 2
Primeiro Confronto: Santos 0 x 1 (13/06/2012, na Vila Belmiro)
Último Confronto: 1 x 1 (20/06/2012, no Pacaembu)

CURIOSIDADES
O Santos FC conquistou o décimo nono título estadual em sua história ao vencer o Corinthians por 2 a 1, na Vila Belmiro, com gols de Arouca e Neymar.

(Fonte: Site Oficial do Santos FC)

domingo, 12 de maio de 2013

Corinthians 2 x 1 Santos - Estamos vivos...


Caros amigos, o resultado da partida desta tarde no Pacaembu,  ficou muito barato para o Santos FC. Com um primeiro tempo todo corintiano e um segundo tempo um pouco mais equilibrado, o Corinthians saiu na frente na primeira final do Campeonato Paulista e venceu apenas por 2 a 1.

Agora, joga pelo empate na Vila Belmiro no próximo domingo. Vitória santista por um gol de diferença, levará a decisão do título para os pênaltis.


O Corinthians perdeu um grande número de chances, que não viraram gols e impediram o time de levar uma vantagem maior para a Vila. Paulinho e Paulo André marcaram os gols para o time de Tite. Os santistas, por sua vez, comemoraram o gol de Durval já na metade final do jogo, que dá ao time de Muricy Ramalho a chance de usar o fator casa para reverter o placar.

O Santos novamente deixou a desejar, jogando uma partida muito abaixo do que seria capaz. Aliás, isso já não é novidade, pois vem ocorrendo desde o inicio do ano, com maior decréscimo de rendimento nestes jogos das finais do Paulistão.

Tirando o goleiro Rafael e mais Renê Junior,  não podemos destacar nenhum jogador por boa atuação na partida. Neymar, mais uma vez esteve apagado em campo, não reeditando as atuações que o consagraram como o melhor do Brasil na atualidade.

Continuamos com esperança que o time se supere no próximo domingo, pois só assim, conseguiremos uma brilhante vitória em cima do bem armado time do Corinthians. Não poderá faltar garra e empenho dos jogadores, pois são apenas noventa minutos que nos separam  do tão sonhado Tetra Campeonato.

Em caso de não haver superação, só nos resta torcer para que, como já disse em postagem anterior, os deuses do futebol continuem do nosso lado, como vem acontecendo desde o inicio das finais deste Paulistão, e conosco estiveram esta tarde no Pacaembu.




FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS 2 x 1 SANTOS

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 12 de maio de 2013 (domingo)
Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP)

Cartões Amarelos: Paulo André (Corinthians) Cícero e Léo (Santos)

Renda: R$ 1.497.642,00

Público: 36.306 pagantes

Gols: Paulinho aos 42 minutos do 1º tempo e Paulo André aos 29 e Durval aos 37 minutos do 2º tempo

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Romarinho (Edenílson), Emerson e Danilo; Guerrero (Pato) Técnico: Tite

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena e Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Marcos Assunção (Felipe Anderson) e Cícero; Miralles (André) e Neymar Técnico: Muricy Ramalho